Imprimir

Fascínio e projeto: percursos da energia elétrica no espaço urbano (Fortaleza, 1945–1965)

Capa do livro Fascínio e projetoO presente texto é uma versão resumida da tese de doutorado Entre o fio e a rede: a energia elétrica no cotidiano de Fortaleza (1945-1965), defendida em 2008 no Programa de Estudos da Pós-Graduação em História da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

"Na mesa vizinha à nossa, duas damas revelam, cheias do mais justo orgulho, certas despesas domésticas. Dona Mariinha – Maricota quando pobre – ressalta com calor: – Lá em casa, este mês, pagamos trinta contos de luz! Já é, não é?” (CARVALHO, 2003, p. 383). Essa anotação, feita no diário de uma personagem do romance Aldeota, de Jáder de Carvalho, tenta pôr a nu a frivolidade de uma geração de novos-ricos que, entre meados dos anos 1940 e o começo dos anos 1960, deu ao bairro que intitula o livro a notoriedade elegante que doravante o destacaria na geografia simbólica de Fortaleza. [...]

A assim chamada “conta de luz”, que a persistência de certas expressões corriqueiras fazia reportar à primeira aplicação daquele potencial no âmbito doméstico, tendeu a ser suplementada com o emprego de aparelhos elétricos postos ao alcance das famílias abastadas da cidade. Com efeito, naquele momento o valor exorbitante de uma fatura de energia constituía não somente um feito limitado a poucos bolsos, era também uma condição algo improvável do ponto de vista técnico, dada a fragilidade do sistema elétrico municipal, que impunha recorrentes suspensões e regimes de racionamento na distribuição da energia.

Dados do Livro

AUTOR: Antonio Luiz Macêdo e Silva Filho
COLEÇÃO DE ESTUDOS DA PÓS-GRADUAÇÃO
PÁGINAS: 200
ISBN: 978-85-7485-201-0
ANO: 2016
VENDA PROIBIDA